Tendências
urban gardens urban gardens
urban gardens urban gardens
urban gardens urban gardens
urban gardens urban gardens

Viva as hortas urbanas!

Respeito pelo meio ambiente e cozinha bio andam juntos. Na cidade, cada vez mais, as pessoas cultivam seus próprios jardins para garantir uma produção super bio.

O campo está ganhando espaço na cidade
Verdadeiro fenômeno social, as hortas urbanas e espaços para cultivo de vegetais estão ganhando as cidades e respondem aos desejos de cidadãos ávidos por natureza e bons produtos frescos. Os grandes chefes se curvam diante dessa nova tendência com criatividade.
Quando sua comidinha caseira vem direto do jardim…

Ir para o fogão com produtos que você mesmo cultivou não é o sonho de todo gourmet? Agora isso é possível com a nova onda de hortas urbanas, que segue a tendência do natural e local. E se você ainda não investiu nesse cultivo, aproveite as fazendas biológicas que ficam perto das cidades. Elas entregam na sua casa produtos frescos e crocantes, com a garantia de ser bio... o que mais você pode querer?

Cidades novamente verdes

Depois de terem invadido os telhados e calçadas de cidades como Montreal, Nova York ou Chicago, as hortas urbanas e jardins comunitários também conquistaram a Europa. Telhados, jardins ou aproveitando terrenos baldios, as iniciativas se multiplicam. Na Ilha-de-France, a superfície dos jardins coletivos já ultrapassa a de terras agrícolas tradicionais, com 132 parreiras, das quais 10 estão na capital. Na Paris intra-muros, são 110 pomares, plantados nos pátios das escolas. Até 2020, a capital francesa deverá ter 100 hectares de telhados, paredes e fachadas cobertos por vegetais. Enquanto que em Marseille, mais de trinta hectares foram devolvidos à agricultura da cidade.

Cultivar seu jardim e se alimentar dele

O crescimento dos jardins comunitários, telhados com vegetais e hortas urbanas se deve à conscientização sobre a importância de mudar e adotar comportamentos sustentáveis. O respeito pelo meio ambiente se consolida mais e mais nas consciências e hábitos das populações, que buscam, cada vez em maior número, "comer bem". E como nunca somos melhor servidos do que por nós mesmos, por que não produzir localmente cultivando um pequeno metro quadrado de terra entre vizinhos?

Quando renomados chefes aderem

Nada resiste a essa onda... Nem os chefes mais renomados. Depois do prestigiado Alain Passard, agora são numerosos aqueles que cultivam sua horta. Alguns caixotes numa sacada ou num terraço, ou um verdadeiro jardim, são raras as grandes cozinhas que não cultivam seu pedacinho de terra. Aprende-se novamente o ritmo das estações e são redescobertos sabores esquecidos de legumes e frutas. Resultado: cardápios sempre refinados e inventivos, mas super renovados e mais próximos de sabores locais. Hoje você pode degustar menus cujos ingredientes foram colhidos na mesma manhã, bem ao lado do local onde você está sentado. Mais fresco impossível!

Em AccorHotels os chefes também adotam a "atitude verde"

Os restaurantes dos hotéis AccorHotels não escapam a esta tendência! Natureza e inspiração californiana se conjugam sob a batuta do chef Andrew Wigger, para um almoço no terraço no FRAME do Pullman Paris Tour Eiffel. Esse também é o espírito no N Restaurant, Novotel Milano Linate Aeroporto, de cozinha equilibrada e que deve ser degustada ao sol do terraço em Milão. E por que, dentro de um estilo bem oriental, não se deixar tentar pelo menu vegetariano do restaurante Lok Wah Hin do Novotel Siam Square de Bangkok?

Nossos restaurantes associados

Nossos artigos ligados